Coluna Essa Cris, viu: Por que ser adulto é tão chato?


Por que será que crescer é tão chato?

Observe uma criança, elas tem muito para nos ensinar.

Quando presenteamos uma criança, não importa o valor, onde foi comprado, se é importado, se tem qualidades ou defeitos, ela sempre vai gostar. E, um detalhe bem interessante, ela vai brincar mais com a embalagem do que com o brinquedo em si. Já parou para pensar o porquê disso? Porque gostam de coisas simples, elas usam a criatividade... E uma caixa de papelão vira uma casa, uma cama, um fogão, um sofá, um carro, uma única caixinha pode virar o que você quiser, mas quando crescemos esquecemos desses pequenos detalhes, de usar nossa criatividade para transformar e banimos as coisas simples.

Ficamos focados em comprar coisas para surpreender pessoas que nem gostamos ou nem conhecemos. O mais importante é usar aquela bolsa de marca ou aquele sapato para que todos vejam o que sou capaz de fazer com meu dinheiro. Observe que, quando brigam, logo voltam a fazer as pazes e esquecem até o motivo, quando crescemos, o outro tem que ser da maneira que queremos ou desfazemos a amizade e não brincamos mais, não importa o que tenha acontecido. Não me procura que também não te procuro e criamos uma abismo entre nós, é mais fácil deixar de lado do que tentar entender o outro.

Não damos muito crédito às crianças, achamos que são sem noção das coisas, mas se observar verá que elas usam mais a emoção nas situações diárias. Para elas o mais importante de tudo é o contato físico, o colo, o carinho, o beijo, uma historinha, uma brincadeira boba, mas para nós o mais importante é o status, e não é o de relacionamento, pois se nossos relacionamentos com o próximo fossem mais importantes, não teríamos prisões, maldades, desentendimentos.

Infelizmente não são todas as crianças que tem essa pureza do ser ou a inocência devida, mas observe que, mesmo essas, ainda são capazes de enxergar o melhor nas pessoas, coisas que não fazemos há muito tempo. Quando será que deixamos de ser assim? Não sei dizer exatamente, me lembro que dinheiro era um verdadeiro tesouro, porque poderia comprar doces, salgadinho e isso era importante. Hoje são as dívidas e ficamos tão focados nelas que deixamos de observar as pessoas ao nosso redor e de dar valor aos momentos importantes. Precisamos tirar fotos dos lugares onde estamos e do que fazemos para que todos possam ver, de uma certa maneira contaminamos nossas crianças com esse comportamento, o status é mais importante que qualquer coisa.

Esquecemos o quanto é maravilhoso brincar de esconde-esconde, de bolinha de gude, o quanto era gostoso tomar banho de chuva ou de bacia e depois ficar quentinho no sofá assistindo desenho. Esquecemos da felicidade em ver os pais chegarem em casa depois de um dia de trabalho, de como era prazeroso fazer uma cartinha para a professora que tanto gostávamos, da alegria quando chegava aquela visita especial que você esperou o ano inteiro, do prazer de comer bolo que a vó fez, de fazer cabaninha na beliche com lençol e, principalmente, de ter amigos para brincar. Tudo isso é esquecido e nos tornamos adultos chatos, em que todas essas coisas se tornam erradas e bobas. Brinque na chuva, brinque com uma criança, pelo menos uma vez volte a sentir aquela emoção há tanto tempo esquecida e veja que as coisas mais simples foram as mais importantes e elas fizeram com que a vida tenha valido a pena.

E você, já observou uma criança hoje?

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.