Coluna Essa Cris, viu: Qual sua participação na política?


Me pediram pra falar sobre a atual situação do Governo e o descaso com os cidadãos, mas vou falar de uma maneira diferente... Vamos refletir e, ao invés de questionar sobre nossos “queridos” governantes, vamos nos questionar sobre nossos próprios atos.

Você já se perguntou qual sua participação na situação que nosso país enfrenta? Já parou para pensar que, de certa maneira, temos culpa em tudo que acontece? Quando se omite as questões sociais você também é culpado, quando tenta usar o jeitinho brasileiro e se dar bem em determinadas situações também é culpado, quando discrimina o seu próximo por ele ser diferente ou o considera inferior por não ter bens materiais que para você são importantes também é culpado. Entre milhares de outras coisas do nosso cotidiano.

É muito fácil vir à internet e expor seu ponto de vista como cidadão de bem e revolucionário, mas ajuda quantas pessoas por dia? É gentil e solidário? É muito fácil reclamar do governo, do descaso com a saúde, exigir seus direitos, mas e os seus deveres? Se não sabe ainda, todos nós temos deveres como cidadãos, mas ninguém quer cumprir,  apenas  exigir. Enquanto os Governantes tomam champagne importado e comem caviar com nosso dinheiro, pessoas morrem nas filas dos hospitais, crianças abandonam a escola e se envolvem com o tráfico e o que VOCÊ como cidadão faz para mudar isso? Para eles é interessante que a população não participe, fique de fora agredindo uns aos outros. Para desviar a atenção dos verdadeiros problemas, para que eles possam continuar enriquecendo ilicitamente e as escondidas.

Podemos apoiar os políticos, mas temos a obrigação de também questionar todos! Cobrar, exigir respostas. Enquanto vender seu voto e fechar seus olhos, iremos sofrer golpes e mais golpes e é exatamente isso que eles querem. Precisamos pensar mais no coletivo, deixar de lado as diferenças e lutar pelo povo e não somente nos nossos interesses. Uma vez eu li uma frase que resume perfeitamente isso: "somos todos anjos com uma asa só; e só podemos voar quando abraçados uns aos outros".

Não seja massa de manobra do governo e da mídia, não acredite em tudo que assiste. Pesquise, se informe, procure. Para eles quanto mais alienado o povo, melhor. Podemos sair dessa crise, podemos ser um país melhor, mas para isso é necessário um trabalho coletivo onde todos participem e se interessem ao invés de se odiarem.

Vou dar um exemplo bem atual. Foram propostas as 10 medidas contra a corrupção. Sabe me dizer quais são essas 10 medidas, como funcionam e para que servem? Ouvi muitas pessoas elogiarem e sair em defesa aos apoiadores delas, disseram que foi um movimento popular pois coletou milhares de assinaturas. E aí vem meu questionamento: se é de iniciativa popular, porque o povo não teve participação na elaboração delas? Porque usaram o nome de um juíz muito famoso atualmente para incentivar as assinaturas? Será que vai acabar com a corrupção? Quais benefícios elas irão trazer às nossas vidas? E, principalmente, quem irá beneficiar?

Pense!

E para encerrar faço uma pergunta: você acredita que exista um governo que realmente trabalhe para o povo, para os trabalhadores, para as minoria? Ou o governo atende aos interesses apenas da elite? Reflita sobre isso.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.