Coluna Wicked Witch: Vamos falar sobre o filme Hurricane Bianca


A primeira coisa que gostaria de abordar antes de qualquer coisa é que “Hurricane Bianca” é um filme trash e isso não significa que seja ruim, é apenas um estilo de se fazer cinema. O trash vai ser um filme geralmente de baixo orçamento, sem roteiros brilhantes e muito menos elencos milionários, mas com um fator em comum a todos, a presença do humor negro, essa é provavelmente uma das maior característica. Com isso em mente, voltemos ao filme. Apesar de acompanhar as Drags de Ru’Paul, não fiquei vigiando o lançamento e em uma busca aleatória no Netflix descobri que ele estava disponível, assistir essa comédia durante uma madrugada de insônia foi com toda certeza uma das melhores decisões já tomadas na minha vida. 

O filme conta a história de Richard um professor substituto assumidamente homossexual e que há anos busca estabilidade dentro da profissão. Após receber uma proposta de emprego em uma escola do Texas, deixa tudo para trás em Nova York e se muda em busca de finalmente realizar seu sonho, porém as coisas não acontecem como esperado e rapidamente Richard descobre que a nova comunidade em que está inserido é preconceituosa e em menos tempo do que imagina perde sua vaga justamente por ser gay. Com raiva, rancor e um desejo de vingança, o professor cria Bianca del Rio, sua arma cheia de humor negro, uma boca suja, sede em mostrar seu potencial e mudar a visão preconceituosa e fechada da cidade.

O longa é recheado de estereótipos, bordões e piadas pesadas, mas essa é a proposta dele, afinal Bianca del Rio é a rainha do insulto e de que outra forma iria dar uma lição nessa gente. Esse não é um dos meus filmes favoritos e também não daria nota 5, mas dou nota 3,5. A proposta foi muito legal e a mensagem foi recebida com sucesso, é um ótimo filme para aquela tarde de domingo que a família toda está reunida e você quer causar uma polêmica e trazer um debate para dentro de casa sem tirar o humor e as inevitáveis risadas que todos irão dar, até mesmo os que torcem o nariz para o tema abordado. Vale a pena assistir!

Umas curiosidades bem legais sobre o filme:  o orçamento foi todo arrecadado a partir de doações feitas pelos fãs;  além de Roy (Bianca), temos outros participantes do programa que também podem ser vistos durante o longa: Willam (Willam), Shangela, Justin (Alyssa Edwards) e claro RuPaul. Para os perdidinhos de plantão RuPaul's Drag Race é um reality show de Drag Queens, Bianca del Rio participou da 6ª temporada do programa e foi a grande vencedora.

"Um professor (Roy Haylock) leciona Ciências em uma escola dos Estados Unidos. Ele é descriminado e demitido após um de seus perfis em uma rede social gay ser descoberto pela diretoria. Querendo se vingar, ele assume uma nova identidade e consegue ser recontratado como a drag queen Bianca del Rio - que vai brigar com tudo e todos para honrar seu direito de exercer sua profissão.”


Vi umas críticas bem pesadas de muita gente que não curtiu, porém fica meio difícil atingir as expectativas de uma galera que esperou um filme Hollywoodiano de algo que foi feito com orçamento extremamente baixo e com uma proposta trash. Eu realmente gostei e indico! Vale a pena assistir!

Beijinhos wicked para vocês e até a próxima!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.